Copel busca saída legal para renovar concessão de usina

3842

A elétrica paranaense Copel estuda uma alternativa para a renovação da concessão da hidrelétrica Foz do Areia, maior usina da companhia e responsável por quase 35% de todo o parque gerador da empresa, cujo contrato tem vencimento previsto para 2023. A principal estratégia da companhia é buscar uma solução legal semelhante ao decreto concedido pelo governo no início deste ano e que permite a renovação da concessão da hidrelétrica de Porto Primavera, da Cesp, viabilizando assim a privatização da companhia paulista.

Valor Econômico