Ceron amplia inadimplência na CCEE

1193

A Ceron, distribuidora de Rondônia controlada pela Eletrobras e que deve ser privatizada em maio, foi responsável por 75% da inadimplência “real” apurada pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) na liquidação do mercado de curto prazo de fevereiro, concluída na terça-feira. O Valor apurou que a distribuidora deixou de pagar R$ 622 milhões na operação. A CEB, distribuidora de Brasília, deixou de pagar outros cerca de R$ 200 milhões.

Valor econômico