Em lançamento comercial, empresas reservam espaços e conhecem dimensão do evento

694

O lançamento comercial do 8º Fórum Mundial da Água superou expectativas dos organizadores do evento. Durante o lançamento, realizado dia 16 de agosto, em São Paulo, foram comercializados mais de 2 mil metros quadrados de área. Considerando também os espaços reservados, cerca de 40% da área total disponível para expositores já está ocupada. Aproximadamente cem pessoas compareceram ao encontro, interessados em detalhes e valores das oportunidades oferecidas pelo evento global, que deve atrair 40 mil pessoas ao Brasil em março de 2018.

O presidente da Abdib, Venilton Tadini, inaugurou a solenidade. Ele informou que a Abdib tornou-se integrante do Conselho Mundial da Água há quase dez anos e que participou ativamente da 6ª e da 7ª edições do Fórum Mundial da Água, realizadas na França e na Coreia do Sul. Em seguida, assumiu um papel protagonista ao ser eleita para ocupar uma das cadeiras no board do Conselho Mundial da Água, posição renovada na última eleição da instituição.

Tadini ainda lembrou que, para o Fórum Mundial da Água de 2018, a Abdib, desde o início da candidatura de Brasília, assumiu papel relevante de articuladora do setor privado no pleito e nas discussões. “Desde a escolha da cidade-sede, Brasília, temos participado ativamente das discussões referentes à organização do evento e da programação que será discutida no evento”, disse.

O lançamento comercial, capitaneado pela MCI e pela Dream Factory, responsáveis pela organização e vendas das propriedades do evento, é uma das mais importantes etapas dentro do processo de organização e realização do Fórum Mundial da Água, uma dos mais importantes no calendário global de eventos.

O presidente-executivo da Abdib lembrou ainda que, como apoiadora relevante e com o papel de liderança junto ao setor empresarial, a Abdib foi escolhida como instituição exclusiva que será responsável pela captação de recursos financeiros para o fórum.

Plataforma mundial – Paulo Salles, diretor-presidente da Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa) lembrou que a cidade de Brasília vive, no momento, uma crise hídrica, mas que, apesar disso, o fórum pode trazer experiências de outros países para ajudar a superar essa situação. “O fórum é uma plataforma mundial para enfrentar os desafios e promover uma nova cultura em relação à água”, ressaltou.

Salles lembrou que há a oportunidade de empresas, governos e instituições diversos, ao participarem do fórum, explorarem nichos onde consideram que há maior interesse, como reuso de água, despoluição de recursos hídricos, infraestrutura, aumento da oferta de água, entre outros.

Apelo atraente – Rodrigo Cordeiro, diretor de Congressos da MCI, explicou que o fórum tem um apelo atraente para as empresas interessadas em divulgar marcas e dialogar com públicos de interesse. Geralmente, em um evento como esse, a linguagem técnica costuma estar presente e isso cria uma dificuldade para criar interação e engajamento. “Esse fórum será uma grande oportunidade, pois a mensagem será para a sociedade como um todo”, afirmou. “Juntos, nós fazemos a água uma prioridade global”, disse.

Ricardo Andrade, diretor da Agência Nacional de Águas (ANA), ressaltou que, pela primeira vez, o evento será realizado no hemisfério sul, aproximando os debates em torno de soluções exatamente daqueles que mais precisam delas. “Vamos transformar Brasília na capital mundial da água e mostrar ao mundo como o Brasil trata esse bem tão valioso”, disse.

Andrade explicou que, na edição anterior, na Correia do Sul, a abordagem central do fórum foi em torno da tecnologia. No Brasil, a estratégia é inserir o conceito de sustentabilidade como protagonista do evento. “Mais de 70 instituições têm se engajado na mobilização para termos este fórum organizado no Brasil”, disse, concluindo que isso mostra a importância desta edição do evento.

Objetivos – O 8º Fórum Mundial da Água será realizado entre os dias 18 e 23 de março de 2018, em Brasília. é organizado pelo Conselho Mundial da Água (WWC), Ministério do Meio Ambiente, Agência Nacional das Águas (ANA), Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (Adasa). A Abdib é integrante do Comitê Organizador Nacional.

O fórum tem objetivos para melhorar o desenvolvimento e a gestão dos recursos hídricos e do saneamento. O primeiro é oferecer uma plataforma para troca de experiência entre todos os interessados,          permitindo que eles aprendam juntos e catalisem ações concretas. O segundo é envolver legisladores e tomadores de decisão em um diálogo para estabelecer compromissos. O terceiro é aumentar a conscientização do público em geral sobre os múltiplos aspectos e usos da água

Mais informações sobre a participação de empresas no Fórum, pelo e-mail: comercial@worldwaterforum8.org ou pelo telefone (11) 94342-8175.