Inacabado, VLT de Cuiabá terá custo de mais R$ 1 bilhão e dobrará de preço

881

Último dia 31 de março. Exatamente três anos após a data em que deveria ser inaugurado o tão esperado transporte público moderno em Cuiabá, o governo de Mato Grosso e o consórcio responsável chegaram a um acordo para retomar as obras do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), paralisadas desde 2015. Mas, além do atraso, a retomada das obras custará R$ 922 milhões a mais do que era previsto no início da construção e ainda precisa ver o acordo entre as partes ser homologado pela Justiça Federal.

 

Fonte: Folha de S. Paulo