Credores ainda mantêm críticas ao plano da Oi

1285

A reação do mercado ao novo plano de recuperação da Oi, aprovado por maioria no conselho de administração na quarta-­feira, deixou claro o que interessados na tele e credores falaram o dia todo: é uma proposta de termos bons para o acionista, e ruins para o credor. A dívida financeira é cortada de R$ 48 bilhões para R$ 25 bilhões. E os credores assumem já 25% do capital da companhia.

 

Fonte: Valor Econômico