Investidor negocia entrar na BR-153

863

A situação mais crítica é a da BR-153 entre Goiás e Tocantins, vencida pela Galvão Engenharia em outubro de 2014 e com investimentos de R$ 6,84 bilhões (em valor de 2012). A empresa nunca chegou a dar início à duplicação da rodovia. O processo de caducidade da concessão segue em ritmo acelerado. Um fundo internacional vem negociando, com apoio do Deutsche Bank, a aquisição do contrato da BR-153 da Galvão Engenharia. Eles prometeram a governantes brasileiros investir € 200 milhões na concessão.

 

Fonte: O Globo (trecho de reportagem)