Concessão de aeroportos mostra novo perfil com grupos estrangeiros

861

Sem a presença das construtoras brasileiras envolvidas na Lava Jato e da Infraero, a nova rodada de concessões de aeroportos atraiu três empresas europeias, que arremataram os quatro aeroportos leiloados pelo governo federal nesta quinta (16). Os lances oferecidos pela alemã Fraport (que levou Fortaleza e Porto Alegre), pela francesa Vinci (que ficou com Salvador) e pela suíça Zurich (Florianópolis) alcançaram R$ 1,46 bilhão, superando em mais de 90% as ofertas mínimas determinadas pelo governo.

 

Fonte: Folha de S. Paulo