Renovação da concessão da malha ferroviária de SP recebe apoio quase unânime

1079

A Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), a Associação Latino-Americana de Ferrovias, a Associação Brasileira da Indústria Ferroviária, e clientes do sistema, como a Cargill e a Copersucar, se manifestaram à favor da renovação. Poucas sugestões foram feitas, como a fixação de um valor de 30% do compartilhamento da malha com outros operadores além da Rumo, vindo da Fiep (associação industrial paranaense). A companhia, porém, já se disse contra a medida. Para Guilherme Penin, diretor regulatório institucional da Rumo, a fixação de um percentual para outros operadores não faz sentido.

 

Fonte: Folha de S. Paulo