Estados aderem com cautela a plano do BNDES

560

Estados que aderiram ao programa de concessões de saneamento coordenado pelo BNDES veem a iniciativa de forma positiva, mas mantêm atitude cautelosa. A preocupação é que o modelo a ser sugerido pelo banco respeite as particularidades de cada região. Governos estaduais não se mostram dispostos a transferir integralmente a distribuição de água e o tratamento de esgoto para a iniciativa privada e temem pelo futuro das estatais que hoje respondem pelo serviço.

 

Fonte: O Globo