Petrobras quer plataforma 100% estrangeira

454

O Campo de Libra, um dos principais do pré-sal da Bacia de Santos, virou motivo de divergência entre empresas, a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e a indústria nacional. O consórcio responsável pelo campo gigante de petróleo, liderado pela Petrobras, pediu ao órgão regulador para construir 100% da plataforma no exterior. A ideia é contratar a japonesa Modec. O campo é uma das apostas da estatal para elevar a produção no pré-sal a partir de 2020. A decisão foi alvo de críticas do setor industrial, que teme o impacto no segmento de óleo e gás e no mercado de trabalho.

 

Fonte: O Globo