Rumo Logística lamenta ausência de aditivos no PPI

1562

O presidente da Rumo Logística, Julio Fontana Neto, lamentou ontem que a primeira etapa do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) não tenha incluído aportes em concessões existentes, que podem gerar “investimentos mais rápidos do que uma licitação”. O executivo se referia à renovação da concessão da Malha Paulista, da Rumo, que liga o agronegócio no interior do país ao porto de Santos. Mediante a renovação da concessão, a empresa pretende investir R$ 7,2 bilhões nos primeiros cinco anos.

Fonte: Valor Econômico