Sem obter recursos, concessões tiveram de rolar empréstimos

1029

As concessões de seis rodovias e dois aeroportos (Galeão e Confins) que podem ser relicitadas ocorreram em 2013 e 2014. No período, o governo permitiu obras não previstas no contrato de concessão da BR­ 040/RJ, dos anos 1990. Os acordos impunham cronograma de obras concentrado nos primeiros anos. Para isso, as empresas tomaram R$ 5,2 bilhões no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) em empréstimos de curto prazo (chamados empréstimos-­ponte). Esses são financiamentos que precisam ser pagos quando sai o empréstimo de longo prazo.

 

Fonte: Folha de S. Paulo