Problema novo

1039

Países da América do Sul enviam e recebem energia uns aos outros quando há risco de apagão, mas não é uma relação comercial. É um acordo bilateral entre os países que envolve transmissão de megawatts: “Quando um precisa, o outro entrega”, diz Luiz Barata, diretor do ONS. As geradoras brasileiras não enfrentaram, até recentemente, cenário de sobra de energia. A situação de três térmicas descontratadas é inédita. Exportar para a Argentina seria uma saída. Se esses acordos forem fechados, não vão poder influenciar tarifas no Brasil.

 

Fonte: Folha de S. Paulo – Mercado Aberto