Dragagem em Santos não sai do papel e afeta operação

855

Lançada no início de 2014 pelo governo como prioridade da segunda fase do Programa Nacional de Dragagens, a concorrência para contratação da dragagem do porto de Santos (SP) ainda não saiu do papel ­ e, desde então, o maior porto do país perdeu calado, o que já afeta a operação. Desde 2014 houve duas tentativas frustradas de Brasília contratar o serviço, pois as ofertas das empresas ficaram acima do orçamento estabelecido pela Secretaria de Portos (SEP), que toca o processo.

 

Fonte: Valor Econômico