Petrobras corta R$ 96 bi do balanço

888

Quando, em janeiro de 2015, a Petrobras informou que seus ativos estariam sobreavaliados em R$ 88,6 bilhões, a notícia foi recebida como uma bomba pelo mercado. Um ano e meio depois, ao fim de junho de 2016, as baixas contábeis de ativos e investimentos da Petrobras por redução ao valor recuperável (“impairment”, no jargão contábil) já somam R$ 95,8 bilhões, desde o início da Operação Lava-­Jato.

 

Fonte: Valor Econômico