Desembolsos para exportação de serviços de engenharia recuaram

1041

Dados oficiais comprovam como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), em meio à Operação Lava­Jato, enxugou os recursos disponíveis para a exportação de serviços de engenharia. Principal fonte de financiamento às obras tocadas por construtoras brasileiras no exterior, o BNDES vem diminuindo o volume de desembolsos liberados de US$ 1,3 bilhão em 2013 para US$ 982 milhões em 2014. No ano passado, houve novo recuo: saíram US$ 528 milhões dos cofres do banco. Esse valor se refere não só à Argentina, mas a operações globais.

 

Fonte: Valor Econômico (trecho de reportagem)