Para economista, concessões não suprem necessidade de mais tributos

485

Para Nilson Teixeira, economista-chefe do Credit Suisse, ao ser indagado sobre pertinência de realizar concessões com juros tão altos, explica que parte dos participantes do mercado trabalha com a hipótese de declínio dos juros, porque a inflação está diminuindo e há recessão. “Mas a inflação está muito alta. Não partilhamos a ideia de que uma equipe econômica crível é condição suficiente para reduzir os juros. É necessária, mas não é suficiente.” Para ele, sobre a possibilidade de fazer concessões antes de um ajuste fiscal, tudo é questão de preço. “Haverá um preço que atrairá participantes, mas será sempre melhor se houver medidas fiscais aprovadas. Isso vai permitir que a taxa de retorno seja bem menor.”

 

Fonte: Folha de S. Paulo