Resolução do CNPE promove quatro medidas para óleo e gás

805

Uma autoriza a ANP a prorrogar contratos de concessão firmados na Rodada Zero, em 1998, logo após a quebra do monopólio. Esses contratos expiram em 2025 e poderão ser renovados. Outra concede seis meses para retomar produção em campos inativos, sob risco de extinção da concessão. A terceira prorroga o Repetro, regime aduaneiro para bens destinados à atividade petrolífera, que terminaria em 2019. No último ponto, estabelece 180 dias para fazer os estudos necessários para áreas unitizáveis.

 

Fonte: Valor Econômico (trecho de reportagem)