Cobertura do serviço é marcada por disparidades

998

Como acontece com outros indicadores no Brasil, os dados de saneamento são extremamente díspares entre os 26 estados e o Distrito Federal. São Paulo lidera o índice de atendimento total de saneamento, com 87,36%. O Sudeste como um todo conta com uma média de 77,3%. A pior situação em termos percentuais está no Norte, com apenas 6,53% de atendimento total. O Estado da região com melhores números é o de Roraima, que tem atendimento de 24,74%. Já Pará e Rondônia vivem situação muito pior: o índice em cada um é de 3,75% e 3,63%, respectivamente.

 

Fonte: Valor Econômico