BNDES prevê queda de 25% em crédito para mobilidade

1163

Após um ciclo de alta puxado por investimentos de governos locais e avanços em parcerias público-privadas (PPP), os desembolsos do BNDES para os projetos de mobilidade urbana terão um tombo de 20% a 25% em 2016. Ano passado, o banco de fomento liberou R$ 8,5 bilhões para transportes urbanos.

 

Fonte: O Estado de S. Paulo