Medida dá mais seis meses para distribuidoras cumprirem novas regras de qualidade do serviço

705

O governo federal publicou na noite de segunda-feira a Medida Provisória nº 706, que amplia em seis meses o prazo para as distribuidoras de energia da Eletrobras e a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) formalizarem a prorrogação de seus contratos de concessão por 30 anos. Com isso, essas empresas só terão de cumprir exigências mais rígidas de qualidade de fornecimento daqui a seis meses. Nesse período, o governo espera avançar na elaboração de um plano para capitalizar Ceal (Alagoas), Ceron (Rondônia), Cepisa (Piauí), Amazonas Energia, Eletroacre (Acre) e Boa Vista (da capital de Roraima), para que possam fazer os investimentos necessários e se adequar às exigência sem afetar os acionistas minoritários da Eletrobras.

 

Fonte: O Globo