‘Via rápida’ para contratação de obras públicas é alvo de críticas

925

Sem apresentar resultados efetivos de melhoria nas obras, o governo conseguiu ampliar o uso do Regime Diferenciado de Contratação para quase todas as construções públicas do país. Emenda incluída em uma medida provisória, que virou lei em novembro, permitiu que prefeituras e Estados também contratem por esse regime. O STF limitou os efeitos da lei às obras de segurança pública, mas essa medida deverá ser revista em breve.

 

Fonte: Folha de S. Paulo