Dilma abre caminho para reequilíbrio de usinas na Amazônia

1072

A presidente Dilma Rousseff abriu caminho oficialmente para o reequilíbrio econômico das megausinas hidrelétricas da região amazônica que descumpriram seus cronogramas e se veem ameaçadas por despesas bilionárias devido ao atraso nas obras. Dilma sancionou ontem a MP 688, medida provisória aprovada no Congresso Nacional há duas semanas, com uma emenda que pode resolver o impasse em torno de três grandes empreendimentos: Belo Monte, Jirau e Santo Antônio.

 

Fonte: Valor Econômico