Mesmo em dia tomado pelo impeachment, Levy se concentra nas suas tarefas econômicas

202

Em um dia que quase todos os ministros passaram horas no Palácio do Planalto tratando da reação ao pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o titular do Ministério da Fazenda, Joaquim Levy, manteve o foco nas suas tarefas econômicas de longo e curto prazo.

Amanhã, Levy estará em São Paulo com empresários da Associação Brasileira das Indústrias de Base (Abdib) discutindo uma nova modalidade de Parceria Pública Privada (PP), onde os empresários teriam novos mecanismos de segurança jurídica para seus investimentos.

Para os próximos 15 dias, Levy espera ver aprovado no Congresso, mesmo com a discussão do impeachment, a Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) com meta de superávit primário de 0,7% para o orçamento de 2016. Ele quer passar aos agentes econômicos expectativas mais animadoras para o ano que vem.

 

Fonte: Fato Online