Ministro acredita que haverá “uma forte adesão” ao acordo sobre risco hidrológico

971

Durante entrevista coletiva, Braga fez questão de ressaltar os resultados positivos da aprovação da MP­688. Segundo ele, a resposta dada até agora pelo mercado indicou que haverá uma “forte adesão” das geradoras ao acordo do risco hidrológico, o GSF. “Creio que, no dia 14 dezembro, teremos uma forte adesão das geradoras”, afirmou Braga ao mencionar o fim do prazo fixado pela Aneel para a assinatura do acordo. As empresas que aceitarem a repactuação, nos termos previstos pelo governo, deverão desistir das liminares obtidas na Justiça para se livrarem dos prejuízos da crise hídrica vivida pelo setor.

 

Fonte: Valor Econômico (trecho de reportagem)