Esforço fiscal diminui recursos para projetos de saneamento

377

Em oito anos, considerando a primeira e a segunda etapas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), nem 50% do total contratado para investimentos em saneamento básico foi efetivamente liberado. De 2007 a 2015, segundo dados do Ministério das Cidades, foram contratados R$ 85,8 bilhões e liberados R$ 41 bilhões.

 

Fonte: Valor Econômico