Petroleira se defende como pode do dólar mais alto

864
 
Para se proteger do estrago que o dólar mais caro tem sobre suas finanças, a Petrobras tem lançado mão de todas os mecanismos de proteção que tem a disposição. O principal deles é o uso da contabilidade de hedge. Se tem uma coisa boa que ficou da gestão do antigo diretor da Petrobras, Almir Barbassa, foi a decisão da companhia de usar essa opção a partir do segundo trimestre de 2013.
 
Fonte: Valor Econômico