Juros: uma decisão importante

467
O Conselho de Política Monetária (Copom) acertou em reduzir a taxa básica de juros da economia em 0,75%. Essa decisão, associada a outras medidas e iniciativas governamentais, certamente auxiliará no desafio de aumentar o torque da atividade produtiva no país e impulsionar a expansão do PIB em 2012.

É sabido que um dos principais desafios para melhorarmos as condições de competitividade da economia brasileira é o custo do capital, um dos mais elevados do mundo. O Banco Central colabora para melhorar as condições de competitividade da indústria do país ao promover mais este corte na Selic, agora em 9,75% ao ano.
A expectativa é que essa última redução da taxa Selic seja apenas mais um passo no meio da tendência de diminuição dos juros praticados no país. Além de permitir melhor gestão da dívida interna atrelada ao índice, juros menores tornam mais atrativos os investimentos produtivos em detrimento de aplicações financeiras.
Paulo Godoy é presidente da Abdib