Eletrobras prevê emissão de ações e privatização no início de 2020

143

A Eletrobras pode fazer uma emissão de ações com diluição da União – e, consequentemente, sua privatização – em fevereiro de 2020, na primeira janela de mercado do ano, disse ontem Wilson Ferreira Junior, presidente da estatal, ao divulgar o balanço do segundo trimestre do ano. “A operação de capitalização é simples, se faz em 90 a 120 dias. A ação precisa ser arquitetada pelo governo junto ao Congresso”, disse o executivo, durante entrevista coletiva concedida ontem.

Valor Econômico