Consumo fraco de energia é sinal de estagnação

174

Os indicadores do consumo de eletricidade no primeiro semestre divulgados pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE) e pelo Operador Nacional d0 Sistema Elétrico (ONS) reforçam a percepção de que a economia demora para sair da estagnação. Essa fragilidade econômica é revelada pelo setor elétrico e particularmente expressiva no caso da indústria, forte demandante de energia. Mas também houve recuo expressivo na demanda residencial. O crescimento da demanda foi de apenas 1,7% entre os primeiros semestres de 2018 e de 2019, segundo a Resenha de julho da EPE.

O Estado de S. Paulo