ONTL lança novos painéis analíticos de indicadores de infraestrutura

537

A EPL (Empresa de Planejamento e Logística) apresentou desenvolvimentos do ONTL (Observatório Nacional de Transporte e Logística) que passará a ter painéis analíticos de indicadores do setor de infraestrutura. O lançamento foi durante o seminário “Transformação Digital”, realizado pela empresa nesta quarta-feira (31), em Brasília, e os painéis estão neste link.

De acordo com o diretor de Planejamento da estatal, Adailton Cardoso, os painéis trazem informações atualizadas de forma periódica sobre a evolução de fenômenos do transporte e da logística do país. Os dados chegam de mais de 50 fontes dos setores público e privado. Segundo Cardoso, atualmente todos os mais relevantes para a Infraestrutura já estão catalogados.

Os dados recebem tratamento estatístico e são colocados no banco de dados da estatal. Depois do tratamento da informação, eles podem ser acessados em seis painéis.

Os painéis são de recursos de infraestrutura, monitoramento e tráfego, segurança viária, intermodalidade e armazenagem, informações socioeconômicas e meio ambiente. Segundo Adailton, o trabalho feito pela EPL com os dados faz com que seja possível ter informações mais precisas sobre as projeções de tráfego nas principais rodovias do país, por exemplo.

Ele explicou que os dados de contagem de tráfego e pesquisa de origem e destino obtidos para o banco são os realizados ao longo do tempo. Mas as informações sobre o fluxo nessas estradas são atualizadas com os dados de transporte de carga coletados mensalmente em bancos de dados públicos, por exemplo.  Cardoso defende que o banco possa ter ainda mais dados, como os de telefonia, para monitorar a movimentação de transporte. Ele pediu aos representantes do Ministério da Infraestrutura apoio para obter os dados junto às empresas do setor.

O presidente da EPL, Arthur Lima, agradeceu a cooperação do PNUD, da ONU, e da estatal espanhola Ineco, que apoiam a EPL no desenvolvimento do projeto. Segundo ele, os dados do ONTL colocam a estatal em elevado patamar para a realização do planejamento de transportes do país e para o desenvolvimento de projetos para o setor de infraestrutura. Ele afirmou que os dados são públicos e vão apoiar também a melhoria dos projetos privados.

“Usem e abusem. Os dados são de vocês”, brincou Lima.

Conteúdo produzido pela Agência iNFRA especialmente para o portal da Abdib.