Programa no setor ferroviário deve gerar contratações para a indústria em 2020

1328

Em reunião do Comitê de Ferrovias da Abdib realizada no dia 2 de julho, empresários e especialistas trataram de três assuntos que apontam boas perspectivas para ampliar investimentos e encomendas: próximas etapas do programa de prorrogação das concessões ferroviárias e da preparação das novas ferrovias e também iniciativas na área de material rodante (Retrem). Assuntos como prorrogações de concessões e novos projetos ainda dominam a pauta do setor.

Os participantes ressaltaram a importância do Programa de Renovação de Frota do Transporte Público Coletivo Urbano de Passageiros sobre Trilhos (Retrem), lançado pelo governo federal dia 28 de junho. O programa é composto por R$ 1 bilhão para financiar para financiar a compra ou a reforma de composições para transporte sobre trilhos pelo poder público ou empresas.

O crédito será fundamental, segundo Vicente Abate, presidente da Abifer, caso operacionalizado de forma ágil, para viabilizar encomendas para a indústria fornecedora de bens e serviços para o setor ferroviário em 2020. Segundo Abate, a ociosidade do parque fabril que fabrica tanto para a área de cargas quanto para a de passageiros está em torno de 60%.

Em outro momento da reunião, foram apontadas a importância de manter as regras do Reporto, regime tributário vigente até 31/12/2020 que desonera investimentos em portos e ferrovias, garantindo assim redução do custo do investimento por meio de desoneração.