Setor privado atenderá 50% da demanda por gás

104

A abertura do mercado de gás natural vai permitir que quase metade da demanda industrial pelo combustível passe a ser suprida por fornecedores independentes, hoje fora de um mercado dominado pela Petrobras. A estimativa é do economista Carlos Langoni, ex-presidente do Banco Central. Próximo do ministro da Economia, Paulo Guedes, Langoni foi o principal idealizador das novas regras para o setor. Para ele, a entrada de novas empresas no segmento é um dos fatores que contribuirão para aqueda de até 40% no preço do produto. Langoni disse ao GLOBO avaliar que a medida é, até agora, a principal marca da política econômica liberal prometida por Guedes.

O Globo