FGV aponta novo trimestre de queda nos investimentos

496

Os economistas do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV) revisaram sua projeção de crescimento para a economia em 2019, de 1,8% para 1,4%. Na economia real, essa paralisia se materializa na suspensão de projetos de investimento, ao mesmo tempo que os governos, em crise fiscal, cortam os investimentos públicos. A projeção do Ibre/FGV aponta para uma queda de 2,2% na formação bruta de capital fixo (FBCF, medida do total dos investimentos no PIB) no primeiro trimestre ante o quarto trimestre de 2018.

O Estado de S. Paulo