Vestas vê retomada para equipamentos de geração eólica

121

Otimista com a perspectiva de retomada do crescimento da economia brasileira, e consequentemente do consumo mais intenso de energia elétrica, a fabricante dinamarquesa de turbinas eólicas Vestas definiu o Brasil como um dos países prioritários para investimentos da empresa, dona de quase um quarto do mercado global de aerogeradores e faturamento anual de € 10,1 bilhões (o equivalente a cerca de R$ 43,5 bilhões).

Valor Econômico